Daimler faz recall do novo Mercedes Classe A.

29/05/2013

A Daimler anunciou que as 6 mil unidades referem-se a carros vendidos na Alemanha e que o número de carros afetados fora do seu mercado doméstico ainda não foi "quantificado".

"O lançamento na Alemanha ocorreu em setembro do ano passado. Em outros mercados europeus o classe A foi lançado bem mais tarde, por isso o número total não será muito mais alto", informou porta voz da Daimler à agencia Reuters. No Brasil, onde o carro foi lançado há cerca de dois meses, não há unidades afetadas pelo recall, informou a assessoria de imprensa da Mercedes-Benz do Brasil.

Em alguns casos é possível que o airbag não seja acionado de forma correta em caso de acidente, disse o porta-voz da Daimler, confirmando reportagem publicada na revista alemã Auto Motor uns Sport. O porta voz informou que o problema foi levantado por um fornecedor, acrescentando que não há registro de acidentes com consumidores da Mercedes por esse motivo.

De qualquer forma o recall é como um balde de água fria para o CEO da Daimler, Dieter Zetsche, que conta com o lançamento da nova família de carros compactos (Classe A, Classe B e CLA – por enquanto) como o alicerce de sua estratégia para recuperar o terreno perdido para os rivais BMW e Audi.

Esse é o segundo recall da Daimler neste mês. Em 6 de maio o fabricante anunciou recall da nova van Citan para reparo também no sistema de airbag. A Citan não é vendida no Brasil.

A Daimler tem meta de recuperar a liderança nas vendas de carros de luxo até o final desta década após ficar atrás da BMW há oito anos e da Audi desde 2011.

No Mercado mundial a Mercedes cresceu mais em vendas no mês passado em relação a seus principais rivais, graças principalmente aos bons resultados dos modelos Classe A e B.

 

Fábio Doyle