Pulse demorou, mas chegou caprichado

20/10/2021

Essa foi talvez a mais demorada gestação de um carro da Fiat. Anunciado há mais de dois anos, antes do início da pandemia do Covid, o Pulse, primeiro SUV que leva na grade frontal a logomarca italiana, foi finalmente lançado em 19 de outubro. Com lançamento híbrido, on-line e presencial, tudo indica que o projeto foi cuidadosamente trabalhado e deve agradar em todos os aspectos: design, conforto, espaço interno, segurança e até no preço. A versão de entrada chega por R$ 79.990 e a topo de gama de R$ 115.990.

O Pulse é um SUV compacto que abriga sob o capô de três de suas cinco configurações de acabamento o novo motor 1.0 Turbo 200 Flex, três cilindros, que desenvolve (com gasolina) potência de 125 cv, acelera de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e pode atingir consumo de 14,6 km/l, segundo anuncia o fabricante.

Nas duas versões de entrada, o motor oferecido é o já bem conhecido 1.3 Firefly aspirado de quatro cilindros Flex, que, com gasolina desenvolve potência de 98 cv, acelera de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos e pode consumir no ciclo estrada 14,7 km/l, afirma a montadora.

Ambas as motorizações do Pulse utilizam câmbio automático CVT com sete marchas. Desenvolvido pela Aisin, ele opera com três modos de funcionamento. No modo automático a central eletrônica faz o ajuste das relações e tempo de resposta conforme a demanda do motorista, se ajustando de acordo com os diferentes cenários do dia a dia e privilegiando baixas rotações para maior conforto e baixo consumo de combustível.

O modo Manual é para quem faz questão de estar no controle. Nele, o controle eletrônico do câmbio cria sete marchas pré-definidas, que podem ser trocadas manualmente e de forma sequencial por meio da alavanca de câmbio ou pelas borboletas no volante. Por fim, no modo Sport, acionado por um botão no volante, o momento das trocas ocorre em giros mais elevados, focando a esportividade. Ele atua na direção, no controle de estabilidade, no mapeamento do acelerador e altera o tempo de resposta e de troca de marchas, aproveitando ainda mais a potência máxima do Turbo 200 Flex.

Item de série nas versões Turbo 200 Flex do Pulse, a configuração 1.3 Firefly pode receber a transmissão automática, assim como a caixa manual de cinco marchas.

Líder do mercado brasileiro e sul-americano em 2021, com o Pulse a Fiat passa a disputar o segmento que mais cresce no país. De 2012 até 2021, o B-SUV aumentou de 2,8% para 22,8% sua participação de mercado; e saiu de dois para 18 concorrentes.

Solução bicolor caiu bem no PulseO design e estilo do Pulse foi desenvolvido pelo time do Design Center South America da Stellantis e agrada já a partir do primeiro contato visual. Suas linhas são suaves, sóbrias e musculosas e robustas, sem exageros. Quando observado ao lado do hatchback Argo, fica claro dali nasceu sua fonte inspiradora. O Pulse é o irmão mais musculoso do Argo.

Acompanhando a bem-sucedida solução bicolor de SUVs compactos de concorrentes, como o Nissan Kicks, por exemplo, o Pulse, estreia duas cores novas, Azul Amalfi e Cinza Strato, que podem ser combinadas com o teto bicolor, preto ou cinza na Impetus, e preto como item opcional nas demais, com exceção da versão de entrada.

Os comandos do sistema de som, ar-condicionado e controles do veículo ficam reunidos em um cluster integrado, criando um visual limpo e facilitando o rápido acesso aos principais recursos do Pulse. Abaixo dele ficam duas entradas USB, sendo uma do tipo C, posicionadas logo acima do carregador de celular por indução. Outro conector USB colocado entre os bancos permite que os passageiros do assento traseiro carreguem seu smartphone.

Para bem atender critérios de desempenho, robustez e conforto, a Fiat informa que adotou para o Pulse “tecnologias totalmente desenvolvidas no Brasil nas áreas de suspensão, direção, carroceria e isolamento acústico e de vibrações”. O vão livre do solo chega a 22,4 cm, com altura mínima de 19,6 cm.

A nova direção elétrica tem assistência progressiva e linear. O fabricante garante que o volante do Pulse tem o menor esforço estacionário da categoria, além de um diâmetro de giro de apenas 10,5 metros.

Atributo importante em todo carro, mas que nem sempre está presente em modelos compactos, o sistema de controle de tração, TC+ está presente no Pulse, o que merece aplausos. O sistema auxilia o veículo a transitar em condições de baixa aderência. Otimizando ainda mais o sistema o TC+ conta ainda com o ABS Off-Road, que garante melhor frenagem em condições de baixa aderência em pisos como terra, barro e areia.

Capacidade do porta-malas por ser ampliada com rebatimento dos bancos traseiros.O porta-malas tem capacidade de 370 litros, que pode ser ampliada com o rebatimento do banco traseiro.

No Pulse é possível destrancar e trancar o carro acionando apenas um botão na maçaneta. Para ligar o motor basta acionar um botão ao lado da direção. Sensor e câmera de ré facilitam balizas, e o rebaixamento automático do espelho retrovisor direito ajuda a evitar ralados das rodas contra o meio-fio.

Novidade relevante no Pulse é o fato de ele chegar ao mercado com o Sistema Avançado de Assistência ao Condutor (ADAS) e uma grande variedade de tecnologias, apoiadas por um projeto baseado na nova plataforma MLA.

O Pulse também pode reduzir e até evitar colisões traseiras por meio da Frenagem Autônoma de Emergência (AEB). Ele usa imagens da câmera frontal para monitorar a proximidade do veículo à frente. Caso o sistema perceba uma rápida aproximação, ele emite um alerta visual e sonoro ao motorista. Se o condutor não tomar uma atitude, o sistema aciona os freios automaticamente, sendo capaz de evitar colisões até 50 km/h e reduzir os danos do impacto em velocidades superiores. Com todas essas sofisticadas soluções de segurança, estranha-se que os freios não sejam a disco nas quatro rodas: nas traseiras são a tambor.

Nas situações em que o motorista se deparar com uma súbita mudança de trajetória, ou com piso escorregadio, a segurança é garantida pelo Controle de Estabilidade e Tração (ESC), item de série em todas as versões.

Se for necessário acionar o freio em uma parada súbita, a Indicação de Frenagem de Emergência (ESS) faz as luzes de freio piscarem de forma intermitente, alertando os motoristas que vão atrás. Na frente, as luzes de condução diurna (DRL) 100% de LEDs reforçam a presença do Pulse durante o dia e atendem à legislação nacional para tráfego em rodovias de pista simples.

Sua carroceria é composta por 87% de aços de alta e ultra alta resistência, conferindo “a melhor performance nos testes de impacto frontal, lateral e traseiro”, informa a Fiat. Na cabine, a proteção aos ocupantes é reforçada pelos airbags laterais do tipo Side Head Torax de série em todas as versões. Para proteção das crianças o assento traseiro dispõe do sistema de fixação Isofix e Top Tether para cadeirinhas e assentos do tipo booster.

Tela multimídia e apps de conectividade impressionam pela riqueza de recursos.Impressiona o nível de conectividade que o Pulse apresenta. Impressiona tanto que o seu entendimento na primeira explicação chega a cansar o ouvinte, tal é a complexidade.

Tudo começa pelo sistema multimídia. Equipamento de série, estará disponível em duas versões, com tela flutuante de 8,4 polegadas e 10,1 polegadas sensível ao toque. Ambas oferecem conectividade Android Auto e Apple CarPlay sem fio e recebem o exclusivo Fiat Connect////Me.

Com ela, o cliente pode controlar os mais diferentes recursos do veículo por meio de seu smartphone, smartwatch ou até usando o inédito assistente do Google (Google Assistant) e da Amazon (Amazon Alexa). É possível, por exemplo, abrir ou fechar as portas, acionar as luzes, buzinas e até aquecer ou resfriar a cabine do veículo somente com um comando de voz.

Essas funcionalidades são possíveis graças à conexão via internet do Pulse, feita por meio de um chip virtual (eSIM) da TIM. Com a rede de dados, até a atualização de software ficou mais simples, e pode ser feita em qualquer lugar, usando uma conexão remota. O Pulse também compartilha o sinal de internet em uma rede Wi-Fi capaz de se conectar com até oito dispositivos.

O exclusivo aplicativo para smartphones permite ao motorista acompanhar seu Pulse à distância, e inclusive programar alertas de velocidade e perímetro de rodagem caso o carro seja conduzido por outra pessoa.

Notificações automáticas são enviadas para o celular caso haja um possível furto do veículo (disparo do alarme do veículo, desconexão da bateria, movimentação), e é possível usar serviços de assistência à recuperação veicular em casos confirmados de roubo ou furto.

Em casos de acidentes com deflagração de airbag, pré-tensionamento de cintos ou capotamento o SUV da Fiat aciona automaticamente o Call Center da marca, que irá contatar as autoridades públicas e repassar a localização exata do veículo com coordenadas de GPS bem como informações sobre o acidente para a prestação de socorro. O auxílio a emergências também pode ser ativado pelo condutor ou passageiros, via botão físico no interior do veículo, central multimídia ou app conforme a necessidade.

Fiat Pulse – versões e preços

DRIVE 1.3 FLEX MANUAL – R$ 79.990

DRIVE 1.3 FLEX AUTOMÁTICA – R$89.990

DRIVE TURBO 200 FLEX AUTOMÁTICA – R$ 98.990

AUDACE TURBO 200 FLEX AUTOMÁTICA – R$ 107.990

IMPETUS TURBO 200 FLEX AUTOMÁTICA – R$ 115.990

Fábio Doyle