Elétricos no cotidiano

17/05/2013

O Nissan e-NV200 em testesEnquanto no Brasil os veículos elétricos ou híbridos engatinham, em outros países esses modelos fazem parte, cada vez mais, do dia-a-dia das pessoas. No Japão, por exemplo, a Nissan já iniciou testes com uma van 100% elétrica, a e-NV200, que será usada como veículo para pequenas entregas urbanas na cidade de Saitama.

Parte do projeto maior da empresa (E-Kizuna), que começou há três anos, os testes têm como objetivo incentivar empresas e órgãos públicos a adotarem veículos não-poluentes e sustentáveis no trabalho contidiano. As ações vão desde a produção, reciclagem e reuso de baterias de lítio-íon ao desenvolvimento da infraestrutura e equipamentos de recarregamento próprios.

Carregamentos elétricos serão espalhados pelos EUAO e-NV200 já fez testes em algumas grandes corporações, tais como a Coca-Cola e a Aeonmall, no Japão, além da British Gas e, recentemente, em Cingapura, na FedEx Express. No Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro têm projetos pilotos tendo o Nissan LEAF como táxi elétrico que não emite poluentes e nem consome combustível.

Nos Estados Unidos, por sua vez, junto com Car Charging Group (que faz serviços para carregamento de veículos elétricos), a montadora japonesa vai desenvolver e implantar sistemas para carregamentos dos elétricos de forma mais rápida. A ideia é ter 48 estaçõe de carregamento rápido na Califórnia e na Costa Leste, fazendo com que o Nissan Leaf abasteça 80% de sua capacidade em 20 a 30 minutos para a linha 2013 do modelo.

Testes com ilustres

Assim como a Nissan, a Renault intensificou seus testes com veículos elétricos na cidade histórica de Boulogne-Billancourt, na França. São quatro modelos (ZOE, Twizy, Kangoo Z.E. e Fluence Z.E), que já rodaram mais de 50 mil quilômetros e passaram nas mãos de clientes convidados. Alguns deles são ilustres, tais como os pilotos Sebastian Vettel e Alain Prost, além de Yann Arthus-Bertrand, Embaixador da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.

 

 

Da Redação